Menu
  • Blog
  • Engenharia de produção: entre a engenharia e a administração

Engenharia de produção: entre a engenharia e a administração

Engenharia de produção: entre a engenharia e a administração

É natural que um engenheiro se destaque por suas habilidades com cálculos. Mas você sabia que a formação em Engenharia de Produção vai além das disciplinas relacionadas a área de Exatas?

Para entender por que esse profissional precisa dominar múltiplos conhecimentos, é preciso contextualizar sua importância para os mais diversos estabelecimentos. Continue a leitura.

O que é Engenharia de Produção?

A Engenharia de Produção é a área cujo profissional se dedica a melhoria de processos, buscando torná-los mais eficientes e rentáveis, sem que isso implique em um aumento de custos.

Na prática, esse profissional enfrentará o desafio de otimizar o aproveitamento de recursos materiais, reduzindo desperdícios, detectando e corrigindo falhas, ao mesmo tempo em que orienta os investimentos, testa e implementa novas tecnologias.

Tão importante quanto a infraestrutura, porém, é a qualificação e o engajamento da equipe envolvida. Por isso, o engenheiro de produção também se relaciona com pessoas, e deve se certificar que os colaboradores são os mais capacitados para o exercício de suas funções, coordenando remanejamentos sempre que necessário.

O que você vai aprender no curso de Engenharia de Produção?

Alinhada a essa necessidade, a grade curricular do curso de Engenharia de Produção dialoga com várias áreas do conhecimento. Entre as disciplinas da área de Exatas e Finanças, podemos destacar o estudo da Contabilidade Geral, Gestão de Custos, Estatística Aplicada, Geometria Analítica e Álgebra Linear.

As melhores faculdades de Engenharia de Produção também ajudam o egresso a potencializar suas habilidades relacionadas a gestão de pessoas, tais como Comunicação e Expressão, Segurança do Trabalho, Legislação e Ética, além de Ergonomia, disciplina que defende a melhoria das condições e elementos do trabalho para proporcionar mais conforto ao trabalhador.

Finalmente, há um terceiro grupo de disciplinas, com o propósito de preparar o profissional para suas responsabilidades administrativas. Nesse contexto, o graduando aprende sobre Gerenciamento de Projetos, Planejamento Estratégico e Empreendedorismo.

Onde o egresso de Engenharia de Produção pode trabalhar?

Neste cenário, alcançar a melhoria de processos proporcionada pela Engenharia de Produção transforma-se em uma questão de estratégia. Esse bacharel pode contribuir para alavancar o potencial competitivo de uma organização, especialmente em tempos de crise, em que elas se veem diante da necessidade de reduzir custos e aproveitar melhor os recursos.

Embora o egresso da faculdade de Engenharia de Produção seja um elemento-chave nas mais diversas indústrias (que, de fato, são as principais empregadoras), o campo de trabalho deste profissional não está restrito ao setor produtivo: nada impede que esse conhecimento seja aplicado também em estabelecimentos comerciais ou no setor de serviços, setor de turismo ou Tecnologia da Informação.

Esperamos que, ao final deste post, você tenha compreendido porque a formação em Engenharia de Produção une disciplinas tradicionais da área com o conhecimento de Administração. Caso tenha se identificado com essa área, inscreva-se agora mesmo no vestibular!

Baixe o e-book sobre essa graduação para entender o que o engenheiro de produção faz e porque ele é tão valorizado!