Assistente social: o que faz este profissional?

Assistente social: o que faz este profissional?

Um assistente social é o profissional que se forma na graduação em Serviço Social e está registrado no CRESS (Conselho Regional de Serviço Social) de sua região.

Em seu dia a dia, o assistente social precisa ter capacidade comunicativa excelente, conhecimentos aprofundados em direitos humanos, saber analisar situações complexas e promover a integração dos indivíduos na sociedade.

Esse profissional pode desempenhar suas funções em ONGs, empresas privadas, ministérios, prefeituras, governos estaduais, hospitais, escolas, creches, unidades de saúde, centros de convivência e movimentos sociais.

Mas, afinal, o que faz um assistente social? Continue a leitura e entenda!

Diminuir desigualdades sociais

O principal trabalho de um assistente social é trabalhar para diminuir as desigualdades sociais e ajudar as populações vulneráveis a buscarem seus direitos. Dessa forma, procuram promover o bem-estar físico, social e psicológico dos indivíduos assistidos.

Segundo o Conselho Federal de Serviço Social, “o assistente social analisa, elabora, coordena e executa planos, programas e projetos para viabilizar os direitos da população e seu acesso às políticas sociais, como a saúde, a educação, a previdência social, a habitação, a assistência social e a cultura.”

As áreas de atuação são diversas, dentre as quais se destacam Educação, Saúde, Previdência, Sociojurídica, Assistência Social, Segurança Pública, Habitação, Segurança Alimentar e Nutricional, Direitos Humanos, e outras.

Defender os direitos básicos das crianças e dos adolescentes

Uma das atuações de um assistente social é trabalhar para a garantia dos direitos de crianças e adolescentes, presentes no ECA, Estatuto da Criança e do Adolescente, promulgado em 1988.

Para isso, pode atuar em órgãos públicos, ONGs e movimentos sociais, combatendo o trabalho infantil, acompanhando escolas públicas para que o ensino seja de qualidade, desenvolvendo projetos de inclusão social e para a garantia de alimentação de crianças e adolescentes em vulnerabilidade social, entre outras formas de atuação.

Boa parte dos assistentes sociais voltados para essa área trabalham com crianças e adolescentes carentes, mas é possível encontrar instituições de ensino privadas que procuram esse profissional para integrar alunos e garantir um ambiente escolar mais saudável.

Melhorar a qualidade de vida nas empresas

Muitas empresas, atualmente, têm inserido assistentes sociais em seu quadro por reconhecer que a produtividade dos funcionários aumenta quando o ambiente promove bem-estar, felicidade e satisfação.

Dessa forma, o assistente social trabalha juntamente ao RH para resolver conflitos, observar pontos de melhoria no ambiente organizacional e propor mudanças para aumentar a qualidade de vida da equipe.

Gostou dessa carreira voltada para a promoção da cidadania e do bem-estar dos mais vulneráveis? O curso de assistente social dura 4 anos e tem matérias como Antropologia, Direitos Humanos, Fundamentos das Políticas Sociais e Psicologia.

Quem se forma em uma graduação em Serviço Social conta, hoje, com um piso salarial de  R$2.528,00, sendo que, em média, recebe R$ 3.593 e pode chegar ainda a ganhar R$ 20.604.

Se você tem vontade de atuar de maneira tão direta na garantia dos direitos humanos, aproveite para conhecer melhor a faculdade de Serviço Social da Multivix!

Inscreva-se agora!