Menu
  • Blog
  • Formei em Biomedicina, e agora?

Formei em Biomedicina, e agora?

Formei em Biomedicina, e agora?

É muito comum, em um curso tão amplo, surgir a dúvida sobre o que fazer depois de formado. Alguns conseguem se decidir em estágios, mas outros acabam se interessando por mais de uma área durante o curso e acabam não sabendo o que seguir.

Poder vivenciar na prática ajuda bastante. Você consegue entender os bônus e os ônus na rotina, além de avaliar melhor suas próprias qualidades e dificuldades como profissional.

Independentemente do seu momento, seja em dúvida ou apenas precisando de um empurrãozinho para saber qual caminho seguir, esse texto certamente irá clarear a sua mente e te ajudar a chegar a uma decisão.

O mercado de trabalho para biomédicos

O mais comum é encontrar profissionais atuando em clínicas, laboratórios de análises clínicas e hospitais, mas essas não são as únicas opções. O setor da saúde pública é um ramo que  contrata especialistas para trabalharem com epidemias, como o zika vírus por exemplo.

Na indústria farmacêutica é possível trabalhar na pesquisa de novos medicamentos e demais produtos médicos.

Uma demanda recente é a de profissionais para a área de bioinformática. O uso de recursos computacionais para a construção de modelos de moléculas que compõem os seres vivos, ajudam a entender a origem de muitas doenças e possíveis formas de tratamento.

Outra área em crescimento para os profissionais de biomedicina é o setor de estética. São inúmeras as possibilidades de atuação para tratamento da pele e corpo seja em clínicas particulares ou na indústria de cosméticos.

O Brasil é um dos países que mais investe em cosmético e tratamentos estéticos todos os anos. A busca por profissionais capacitados para pesquisa e desenvolvimento de produtos acompanha essa linha de crescimento.

Confira abaixo 5 exemplos de campos de atuação para quem se formou em Biomedicina.

  1.       Toxicologia: o profissional será responsável por analisar os efeitos de substâncias, como cosméticos e medicamentos, para garantir que não apresentem nenhuma reação tóxica.
  1.       Acupuntura: por meio do uso da tradicional medicina chinesa, o especialista atuará no tratamento e prevenção de doenças.
  1.       Biomedicina estética: o objetivo dessa área é desenvolver tratamentos, e depois aplica-los, para disfunções fisiológicas e dermatológicas.
  1.       Perícia criminal: em parceria com outros profissionais (médicos, biólogos, farmacêuticos) auxilia na investigação de crimes ao analisar materiais em laboratório.
  1.       Análise ambiental: a partir de análises microbiológicas e físico-químicas o profissional auxilia no saneamento do meio ambiente.

Independentemente da escolha, é importante garantir uma formação de qualidade, assim como uma boa especialização. Isso pode fazer diferença no mercado de trabalho que, dependendo do campo de atuação, pode ser muito concorrido.

Mesmo depois de completar o curso de Biomedicina, procure fazer uma pós-graduação (ou mais de uma se quiser) para se diferenciar como um profissional especializado.

A Multivix possui cursos de pós-graduação de qualidade na área de saúde. Clique aqui e confira mais informações. Analise cuidadosamente as opções de cursos, grade curricular e corpo docente e garanta uma carreira de sucesso.

Baixe nosso e-book!