• Blog
  • Estética e cosmética: uma nova profissão, um futuro promissor

Estética e cosmética: uma nova profissão, um futuro promissor

Estética e cosmética: uma nova profissão, um futuro promissor

Uma das principais características do mercado de trabalho é o dinamismo: de olho na evolução da tecnologia e nas necessidades das pessoas, novas profissões surgem de tempos em tempos. Uma das áreas que mais se beneficia com essas transformações é a de Estética e Cosmética.

Neste post, nós vamos explicar detalhes da regulamentação aprovada pelo Senado no final de 2017, para, em seguida, sugerir algumas maneiras de você se beneficiar dessas novas oportunidades. Continue a leitura!

O que diz a proposta de regulamentação?

Aprovada pelo Senado no fim do ano passado, a proposta que regulamenta a profissão de Esteticista estabelece uma subdivisão para essa categoria: os técnicos em Estética, como o próprio nome sugere, são os profissionais que concluíram um curso técnico, oferecido por uma instituição regular de ensino.

Já os egressos de uma graduação em Estética passam a ser denominados estetacosmetólogos. A esse grupo, recai a responsabilidade técnica pelos procedimentos realizados em centros de estética, podendo também atuar na coordenação ou docência de cursos da área.

Após a conclusão da faculdade, outra possibilidade é a emissão de laudos técnicos ou a coordenação de pesquisas visando o lançamento ou melhoria dos produtos de higiene e beleza disponíveis no mercado.

Por que o momento é favorável?

A regulamentação da profissão vem ao encontro de um mercado em ascensão. O momento favorável para o egresso de Estética e Cosmética possui comprovação estatística, conforme dados publicados na página oficial da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC).

Em documento que analisa o desempenho do setor em 2017, o Brasil manteve a 4ª posição no ranking dos dez maiores mercados consumidores. Com uma movimentação de US$ 32,1 bilhões em 2017, os brasileiros só não gastaram mais que Japão, China e Estados Unidos, respectivamente.

No comparativo com 2016, os indicadores da balança comercial registraram desempenho positivo. Merece destaque, por exemplo, o crescimento de 68,3% das importações de perfume. Em números, essa movimentação corresponde a US$ 44 milhões.

Como transformar o futuro promissor em realidade?

O desempenho do mercado e o reconhecimento da profissão animaram você a se tornar um estetacosmetólogo? Agora, é a hora de mostrarmos como é possível realizar esse sonho.

Para os egressos da faculdade de Estética que se destacam por sua vocação empreendedora, abrir o próprio negócio é uma das possibilidades. Para diluir os investimentos com infraestrutura, considere gerenciar o negócio em sociedade com outros colegas da área.

Também é possível encontrar emprego em diversas clínicas já em atividade. Finalmente, não se pode descartar a flexibilidade como o grande atrativo para profissionais autônomos da área de Estética e Cosmética, que podem atender os pacientes a domicílio e organizar a sua agenda da maneira que achar mais conveniente.

Depois da leitura deste post, você se entusiasmou em seguir carreira na área de Estética e Cosmética? Acesse a página do vestibular da Multivix e faça sua inscrição agora mesmo!