Menu

Receba as novidades do nosso blog!

Fique antenado sobre várias profissões.

  • Blog
  • Como fazer faculdade pelo Fies? Entenda como o financiamento funciona

Como fazer faculdade pelo Fies? Entenda como o financiamento funciona

Como fazer faculdade pelo Fies? Entenda como o financiamento funciona
SICOOB - Faça Acontecer

Muitas pessoas que desejam obter o diploma de Ensino Superior, não possuem condições financeiras para arcar com os custos do curso integralmente, mas, hoje em dia isso não é mais um problema. Já existem diversos tipos de bolsas de estudos e financiamento estudantis que atendem a esse público. Neste artigo, você vai entender como fazer faculdade pelo Fies, um dos principais e melhores tipos de auxílio financeiro para fazer curso superior.


A partir de agora, você verá os seguintes tópicos:
– O que é o Fies?
– Quais são as modalidades do Fies?
– Como funciona o Fies?
– Na prática: como fazer faculdade pelo Fies?

O que é o Fies?

O Fundo de Financiamento Estudantil – Fies – é um programa criado pelo Governo Federal, com o objetivo de ajudar estudantes de baixa renda a pagar sua Graduação em instituições de ensino particulares.

Basicamente, o programa funciona como um financiamento, em que o aluno pode reduzir as mensalidades na faculdade de acordo com suas condições financeiras.

Dessa forma, o valor é dividido ao longo dos anos e o graduando tem a possibilidade de só começar a pagar as parcelas referentes ao valor financiado após a formatura. Por isso, o Fies é um dos programas mais procurados no Ensino Superior e já atende milhares de estudantes pelo Brasil.

Vale lembrar, portanto, que após o primeiro mês de contrato, o aluno que optar pelo financiamento do Fies arca com o custo da parte não financiada. Isso porque, embora o Fies facilite bastante a oportunidade de fazer uma faculdade, ele não cobre 100% do valor da graduação. Ou seja, a porcentagem que não for financiada pelo programa do governo deverá ser quitada pelo aluno um mês após assinar o contrato.

Por exemplo: Se o Fies financiar 80% da sua faculdade,  você fica responsável por quitar os 20% não financiados trinta dias após assinar o contrato de financiamento.

Além de facilitar a vida do estudante, com o auxílio ao longo da faculdade, o Fies também vale a pena pelo fato de ter pouco impacto no planejamento financeiro da família.

Para entender melhor sobre o Fies, é importante conhecer suas modalidades. Cada uma tem suas características e é importante optar pela opção ideal para você, que seja capaz de atender todas as suas necessidades.

Quais são as modalidades do Fies?

Em 2017, o Governo Federal fez algumas alterações no Fies, entre elas a separação do programa em três modalidades. Entenda as especificidades de cada uma:

Modalidade 1

A modalidade 1 do Fies é destinada a alunos com a renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa, e sua principal característica é não somar juros e nem correção da inflação nas parcelas.

A fonte do financiamento é o Tesouro Nacional e as prestações máximas não podem ultrapassar 10% da renda familiar, tendo pouco impacto nas finanças.

Modalidade 2

Já a segunda modalidade é destinada aos alunos que possuem uma renda familiar mensal de até cinco salários mínimos por pessoa e moram nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

As prestações podem apresentar juros de 3% mais correção monetária e, inicialmente, não devem ultrapassar os 10% da renda familiar, ou seja, sem danos para seu lado financeiro. A fonte de financiamento é a própria União.

Como funciona o Fies?

De forma geral, o Fies é um bom programa para todos os tipos de alunos que precisam de auxílio financeiro para pagarem a faculdade e estudarem com a tranquilidade de que não terão dívidas altas ao final da mesma.

O Fies costuma ocorrer duas vezes ao ano, mas sua oferta nas faculdades dependerá também das instituições de ensino. Os cursos disponíveis e oferta de vagas pode mudar a cada edição, por isso, é importante estar atento.

Além disso, em alguns casos é necessário ter um fiador para conseguir o financiamento. O pagamento, por sua vez, funciona de forma simples, como explicado anteriormente neste texto.

Um fato interessante sobre o Fies é que o programa é válido apenas para quem quer realizar a primeira graduação ou que queira acionar o auxílio no meio do curso.

Ou seja, é uma ajuda e tanto em todos os casos. No primeiro, atende à pessoas que queiram fazer outra Graduação e no segundo caso, atendo aos estudantes que precisarem, em algum momento, de ajuda ao longo dos anos de estudos.

O suporte oferecido pelo Fies é muito importante para quem precisa desse apoio financeiro, mas, a dica é estar sempre informado e atualizado sobre as condições do programa.
Por fim, faça

Na prática: como fazer faculdade pelo Fies?

Antes de saber como participar do Fies, você precisa saber se seu perfil é compatível. Pode solicitar o programa quem cumpre os três requisitos abaixo:

    • possuir o Ensino Médio completo (válido para as instituições particular e pública) e ainda não ter concluído uma faculdade;
    • ter feito o Enem a partir de 2010, com nota maior que 450 e sem ter zerado a redação;
    • possuir renda mensal familiar abaixo de até três salários mínimos por pessoa.

Agora que você entendeu melhor como funciona o programa e qual modalidade é a mais adequada para você, confira o passo a passo para participar do Fies:

      1. Faça o Enem (caso você ainda não tenha participado do exame depois de 2010);
      2. Inscreva-se no site, comprovando renda familiar de até três salários mínimos por pessoa do grupo familiar;
      3. Leve à faculdade a documentação necessária para validação da matrícula com Fies (muita atenção para este prazo!!);
      4. Contrate o financiamento no banco.

Viu só como é fácil entrar na faculdade pelo Fies? Com a ajuda do programa, é possível concluir a graduação sem comprometer o orçamento.

Se você quer ainda mais opções, confira agora as outras possibilidades de bolsa, desconto e crédito universitário disponíveis na Multivix!

Saiba tudo sobre bolsa de estudo, financiamento estudantil e descontos.