• Institucional
  • Nota de esclarecimento sobre os critérios para aprovação em Metodologia Aplicada

Nota de esclarecimento sobre os critérios para aprovação em Metodologia Aplicada

Nota de esclarecimento sobre os critérios para aprovação em Metodologia Aplicada

A Faculdade Multivix publica comunicado sobre os critérios para aprovação na disciplina Metodologia Aplicada adotado para todos os campi.

Gostaríamos de elucidar alguns aspectos a respeito das reprovações na disciplina de Metodologia Aplicada que estão sendo motivo de muitas ideias desencontradas e inverídicas.

Por isso, antes de tudo reforçamos a importância da busca do embasamento e verificação das informações, pelos alunos, antes do lançamento de informações inverídicas e caluniosas a respeito da idoneidade e compromisso da Instituição e de seus colaboradores frente aos seus alunos e a sociedade em geral. Além disso, reiteramos que existem meios já disponibilizados pela Faculdade para a resolução de problemas, dúvidas e proposições de sugestões de melhorias, como Ouvidoria, representantes de curso e turma, etc.

Dessa forma, entendemos que os alunos possuem liberdade para manifestar-se, mas sem eximi-lo da responsabilidade sobre seus atos. E que os que de fato desejarem zelar pela qualidade do seu curso, deverão buscar os canais e maneiras adequados para isso, e não fomentar informações sem embasamento, pelas redes sociais e corredores, com o intuito contrário à resolução dos problemas.

Dito isto, e com o objetivo único de esclarecer essas informações que estão circulando nas redes sociais e em alguns grupos, que não possuem qualquer sentido, pontuaremos alguns aspectos:

  • Sobre o alto percentual de reprovação na disciplina de Metodologia Aplicada, esclarecemos que a Instituição possui critérios previamente estabelecidos em Regimento para aprovação nas disciplinas, sempre obedecendo os princípios da lisura, ética e idoneidade.

Para Instituições de ensino que prezam a qualidade, como a Multivix, apesar de ser algo desejado, não é incomum que haja reprovações em qualquer disciplina a qualquer aluno, desde que este não tenha atingido os critérios mínimos de aprovação, como por exemplo: ter plagiado parte ou totalidade do texto apresentado, não cumprimento do prazo de entrega, e não ter atingido o mínimo de nota 7.

Sobre o suposto alto índice de reprovação manifestado por alguns alunos, informamos que este não está fora do que normalmente já acontece. O que nos deixa perplexos é com o fato de 60% dos trabalhos reprovados serem em virtude de plágio.

E neste ponto, cabe ressaltar que a prática de plágio tem sido comum em diversas publicações cientí­ficas e precisa ser combatida, visto que a violação dos direitos autorais é CRIME previsto no artigo 184 do Código Penal, com punição que vai desde o pagamento de multa até a reclusão de quatro anos, dependendo da extensão e da forma como o direito do autor foi violado. Além das penalidades citadas e da desmoralização acadêmica, o plagiário estará sujeito a sanções cíveis, como retratação pública e indenização pecuniária por dano moral e/ou patrimonial, e também a sanções administrativas, que podem chegar à reprovação/ desligamento da instituição, no caso de estudantes, e demissão, no caso de professores/pesquisadores.

  • Em relação à grave acusação de manipulação das notas pela Instituição para reprovar alunos que farão ENADE, temos como provar que este discurso que está sendo disseminado por alguns alunos é uma inverdade. Reforçamos que mais de 60% das reprovações ocorrerão em virtude de plágio, e neste aspecto a Instituição será inflexível. Pois se atuássemos de forma contrária, e aceitar trabalhos plagiados, além de compactuarmos com um crime, estaríamos indo contra nossa missão que é de formar profissionais com consciência cidadã.

Além disso, esta calúnia não tem fundamento, visto que em cursos que não estão previstos para fazer ENADE também tiveram o mesmo percentual ou até maior de reprovação.

  • Para os alunos que não tenham sido reprovados por plágio, e que discordem das notas atribuídas, o Regimento Interno prevê a solicitação de revisão do trabalho pelo professor da disciplina ou ainda o requerimento de uma nova análise por dois novos professores da área, sendo a nota final a média atribuída por esses dois docentes

Nossa gestão é pautada no compromisso com a qualidade e no diálogo com os discentes, mas sempre de uma forma madura, respeitosa e profissional, visto que entendemos que o objetivo de ambas as partes: Faculdade e alunos, é buscar e zelar pelo melhor nos nossos cursos.

Por isso, TODOS que cultivam o firme propósito de uma formação de qualidade e consolidação da Multivix, encontrarão em suas instâncias todo o apoio e consideração que se fazem necessários.

Baixe o aplicativo:

A Faculdade Multivix está presente de norte a sul do Estado do Espírito Santo, com campus em Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Nova Venécia, São Mateus, Serra, Vila Velha e Vitória. Além de diversos polos de educação a distância.