Menu

Gameterapia ajuda a tratar doenças

Gameterapia ajuda a tratar doenças

A Gameterapia é indicada em patologias ortopédicas, distúrbios posturais, neurológicos, distúrbios de coordenação motora, falta de condicionamento físico, melhora da capacidade cardiopulmonar, entre outros.

A sociedade acompanha constantemente mudanças em dinâmicas que são usadas como forma de tratamento para diversos problemas. É possível acompanhar a evolução do mundo virtual e digital na rotina das pessoas, e uma das práticas vistas com dubiedade é o uso de videogames. Mas, quando se descobre que ele se torna uma ferramenta muito efetiva e divertida para pacientes com dificuldades motoras, o cenário muda de figura.
Em busca de agregar esse inovador conhecimento ao futuro profissional dos alunos, a Faculdade Multivix deu início ao Gameterapia – Realidade Virtual. O projeto, que tem previsão para começar a funcionar ainda no mês de junho, irá selecionar pessoas da comunidade com patologias osteomioarticulares e cardiopulmonares para participar dessa terapia diferenciada, conduzida pelos alunos, acompanhados por professores da instituição.
O coordenador do curso de Fisioterapia da Faculdade Multivix Serra, Caio Figueiredo, explica que, inicialmente, serão selecionadas pessoas, em parceria com uma instituição de combate ao Câncer (AACC – Associação de Apoio e combate ao Câncer) e alguns médicos que atuam no município. “Nosso projeto, a princípio, está direcionado para pacientes com patologias cardiorrespiratórias e pacientes oncológicos. Qualquer pessoa com diagnóstico de patologias pulmonares, cardíacas e oncológicas poderá participar, de qualquer idade e sexo. Selecionaremos 10 pacientes para colher resultados e, em seguida, abriremos mais vagas”, comentou.

Para o que é indicado?

A Gameterapia é indicada em patologias ortopédicas, distúrbios posturais, neurológicos, distúrbios vestibulares, distúrbios de coordenação motora, falta de condicionamento físico, melhora da capacidade cardiopulmonar, aumento da autoestima, pacientes geriátricos, autismo, déficit de atenção, fortalecimento muscular, ganho de amplitude de movimento, entre outros.

Como funciona?

A Gameterapia ou terapia virtual, como também é conhecida, conta com jogos orientados por um treinador virtual para a tonificação de músculos, atividades aeróbicas, ioga e treinos de equilíbrio.
O paciente fica numa pequena plataforma ou utiliza-se de outros recursos para guiar seu personagem virtual através de movimentos do seu próprio corpo.
Os programas da Gameterapia contêm sensores que reconhecem todos os movimentos realizados pelo paciente de acordo com os jogos pré-determinados pelo fisioterapeuta, de acordo com a patologia apresentada e o programa de treinamento escolhido.

O esforço para executar bem a jogada provoca impactos positivos no organismo. Há o fortalecimento da musculatura, maior facilidade para recuperar os movimentos, aumento da capacidade cerebral e aumento da capacidade de concentração e equilíbrio. As sessões duram, em média, de 30 a 40 minutos.