Menu
  • Blog
  • Quanto ganha um profissional de Nutrição?

Quanto ganha um profissional de Nutrição?

Quanto ganha um profissional de Nutrição?

Seja bem-vinda(o) ao artigo que irá lhe apresentar dados relacionados à inserção profissional das(os) nutricionistas brasileiras(os). O objetivo é facilitar o acesso às informações, proporcionando uma leitura fácil e transparente, como resultado de uma pesquisa coletada no Sistema do CFN/CRN (Conselho Federal e Regionais de Nutricionistas do Brasil).

A intenção é garantir que os futuros profissionais da área possam antever, com maior visibilidade, como funciona a realidade de atuação no mercado de trabalho nos quatro cantos do País. Disponibilizaremos no decorrer da leituras o link de acesso à publicação com a íntegra dos dados da pesquisa. Para começar, veja alguns detalhes do perfil dos profissionais, onde atuam e médias salariais.

Conheça o perfil das(os) nutricionistas!

São cerca de 131.737 nutricionistas atuando no Brasil, segundo dados do 2º Semestre de 2018. Esses profissionais contam com a chance de encontrar emprego em locais diversificados, tais como hospitais, restaurantes, clínicas particulares, academias, escolas e indústrias. Os locais de atuação geralmente estão relacionados à especialidade escolhida. Veja a seguir os setores que mais empregam:

  • Alimentação coletiva: 30,7%;
  • Nutrição Clínica: 30,4%;
  • Saúde Coletiva: 17,7%;
  • Docência: 11,4%.

Cerca de 9,7% dos nutricionistas trabalham por conta própria em áreas relacionadas à Nutrição Esportiva, Nutrição Funcional, Nutrição em Estética, Marketing na Área de Alimentação e Nutrição, mas poderão se dedicar ao ensino, pesquisa e extensão em Nutrição. Os nutricionistas autônomos atuam também como consultores de clientes individuais, estabelecimentos de saúde ou indústrias alimentícias por contrato.

As mulheres são a maioria neste time – 95% dos profissionais são do sexo feminino. Em alguns relatos coletados na pesquisa, houve um comentário que chamou atenção, pois ele demonstra que, em sua percepção,o mercado de Nutrição está saturado. Embora os números mostrem que com uma população de aproximadamente 207 milhões de pessoas precisando cada vez mais de alimentos saudáveis e adequados ao seu perfil, ainda parece haver bastante espaço para inserção nessa área de atuação.

Relações de trabalho

As relações de trabalho são bastante diversificadas, mas não deixam de ter estabilidade, visto que 88.8% dos profissionais disseram ter trabalhado por 3 anos ou mais no mesmo local; 42.4% possuem jornada de trabalho de 40h; 42.1% possuem plano de cargos, carreiras e salários; 55.7% participam de equipes multiprofissionais, e 50.2% trabalham em equipe de nutricionistas

Os autônomos contam com mais flexibilidade em definir seus horários, e podem trabalhar à noite e fins de semana para que possam se encontrar com os clientes.

Educação e licença profissional

A maioria dos nutricionistas possui curso superior em Nutrição e recebem treinamento supervisionado por meio de aulas teóricas, práticas em laboratório e programas de estágio vinculados à grade curricular da faculdade escolhida.

Ainda, algumas empresas exigem que os nutricionistas sejam licenciados pelo Conselho Regional do seu Estado de atuação. É necessário que o profissional entre em contato com a Federação Nacional de Nutricionistas (FNN) ou com o Sindicato da região de interesse para esclarecimentos sobre tais questões. No site da FNN tabela de honorários, além de recomendações de valores mínimos a serem cobrados pelo profissional.

Média salarial

Segundo o site especializado Salário.com.br, que realizou a coleta de 14.360 salários de nutricionistas no período entre 09/2018 até 04/2019, a média salarial deste profissional é de R$ 2.817,48 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

A faixa salarial tem uma variação que vai de R$ 2.000,41 (média do piso salarial 2019 de convenções coletivas e dissídios), R$ 2.729,00 (salário mediana da amostragem) e o teto salarial de R$ 4.257,86, levando em conta profissionais contratados com carteira assinada em regime CLT a nível nacional.

Leia mais sobre “O que é Nutrição e o que você aprende nessa faculdade“, para entender o que o nutricionista faz e porque este profissional desempenha um papel importante na sociedade!