Categorias: BlogENEM

Redação: dicas para fazer um bom texto

Saber se comunicar de maneira precisa e objetiva pode parecer fácil, mas é um desafio para muitos estudantes. E quando ter uma boa redação é a porta de entrada para a universidade, desenvolver uma escrita perfeita torna-se mais do que um desafio, mas também uma necessidade. Veja abaixo como criar um texto de destaque na redação do vestibular.

Fique ligado às normas do Português na redação: Uma questão de Sintaxe

Estar atento às regras ortográficas do nosso idioma é mais do que importante na hora de fazer a redação! É o primeiro passo para quem quer escrever com qualidade e de forma clara. Vírgulas, pontos, letras maiúsculas e minúsculas não são utilizados de maneira aleatória.

A Reforma Ortográfica de 2009 modificou acentuações, utilização de hífen, e outros elementos da Língua Portuguesa que ainda hoje suscitam dúvidas. Ter uma gramática e um dicionário ao lado é sempre importante para tirar aquela dúvida de última hora, e se você quer conhecer um pouco mais sobre as palavras que fazem parte do nosso idioma, acesse o site VOLP, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa. É lá que você encontra os termos que compõem nosso vocábulo.

Entretanto, as normas corretas de uso do português não estão ligadas à uma boa redação, mas sim ao uso correto da nossa gramática e da sintaxe. Assim, duas coisas são importantes de serem compreendidas: primeiramente, fique atento às normas sintáticas do uso da língua (onde colocar as vírgulas, como acentuar, como usar corretamente os termos), e, a partir desse cuidado com a escrita, realizar uma redação que lhe destaque na hora de conseguir a aprovação no vestibular.

Nesse quesito, as vírgulas são uma dúvida constante. Onde usar, onde evitar, como muda o sentido. Confira abaixo dicas básicas de Sintaxe para fazer bonito na sua redação do vestibular:

  • Vírgulas jamais separam sujeito de predicado. Assim, escreva sua frase na ordem direta e só coloque a vírgula depois desses dois elementos, unindo-os a um trecho complementar.
  • Como já dissemos, escreva em ordem direta: sujeito, verbo predicado. Essa fórmula é sucesso!
  • Esteja atento à acentuação. A crase nunca é usada antes de palavras masculinas.
  • Para saber quando usar o hífen pense assim. Existe uma palavra, existe outra, e existe uma terceira que é a junção dessas duas. Nesses casos há hífen. Ex: Bem, Estar, Bem-estar. Bem, Vindo, bem-vindo.
  • “o mesmo”, “a mesma” não substitui pronomes. Está errado dizer “fui ao médico ontem. O mesmo me receitou remédios”. O correto é “Fui ao médico ontem. Ele me receitou remédios”.

Além disso, evite também os famosos “chavões”, ou “lugar-comum”. As expressões abaixo, muito comuns, parecem corretas, mas não são:

  • Não existe “em anexo”. Escreva somente “segue anexo….”. E esse termo concorda com o gênero e número do substantivo. “anexas as cartas”, “anexo o relatório”, “anexa a foto”.
  • Não use o “através” para o sentido de modo. Estranho não? mas está errado. Não há “Aprendi português através desse post”. O correto é usar  as expressões “por meio de” ou “a partir de” (ou ainda nada).
  • “onde” não substitui advérbio (que é a forma como vamos fazer alguma coisa). Assim, está errado dizer “o ladrão me abordou, onde eu peguei o telefone e corri para me esconder”. O correto seria “…quando eu peguei o telefone e corri para me esconder”.

Escreva de forma simples

A estrutura da nossa língua é formada por sujeito + verbo + predicado, isso significa dizer que é importante iniciar seu período dizendo sobre quem você está falando. O sujeito é aquele que atuará na frase, por meio de um verbo para uma ação que será descrita no predicado.

Um exemplo simples é: Mauro comeu a maçã. Mauro é o sujeito que atua sobre a maçã.

Há uma crença, errônea, de que escrever de maneira rebuscada deixa o texto mais bonito, mais “chique”. Entretanto, a beleza de um texto está em sua simplicidade na escrita, afinal, o mais importante é que o leitor consiga entender o que está escrito, não é mesmo?

Seja claro e objetivo na redação

Outro ponto importante que podemos destacar em uma redação de sucesso é a sua objetividade e clareza no conteúdo. Diga, de maneira direta, sem muitos rodeios, sobre o assunto que você quer tratar. Além disso, ao desenvolver sua escrita, é preciso estar atento se o que você está dizendo será lido com clareza. Por isso, tome cuidado com as ambiguidades, que é quando uma mesma frase pode ter mais de uma interpretação, e, em alguns casos, as analogias e comparações realizadas.

Escreva com concisão e coerência

Uma das maiores virtudes de escrever de forma simples é a sua habilidade de ser coerente e, ao mesmo tempo, conciso. É fazer com que, em poucas linhas, seu leitor seja capaz de entender, claramente, a mensagem do texto.

Em relação à concisão, escrever frases curtas, para não confundir o leitor, é fundamental. Na prática, o ideal é que uma frase tenha até uma linha e meia de extensão. Já no que se refere à coerência, todos as partes do texto devem estar conectadas. Isso significa dizer que a redação precisa ter um início, meio e fim que, afinal, façam sentido, mas, sobretudo, sejam coerentes.

Releia o seu texto

Ótimo! Você escreveu seu texto. Mas será que já acabou todo o processo? Escreva sempre a lápis. Por quê? Para que, ao final da escrita, você possa reler o que produziu, e, se necessário, mudar de ideia ou fazer eventuais correções antes de passar à caneta.

Afinal, uma boa comunicação é muito importante em qualquer profissão. E aí, preparado para este desafio?

Agora que você já está preparado para fazer uma ótima redação, saiba como se preparar para o desafio de entrar na faculdade!

Refaça a nossa prova!

Comentários estão fechados.